Esfera do Caos - Convite


Presença - Leituras de Verão (-30% e kit Ler na Praia)


Leya Online - Desconto Especial para o Dia dos Avós


Vinte Poemas de Amor e Uma Canção Desesperada

Pablo Neruda


 
Pensando, Enredando Sombras...

Pensando, enredando sombras nesta profunda solidão.
Também tu andas longe, ah mais longe que ninguém.
Pensando, soltando pássaros, desvanecendo imagens,
enterrando lâmpadas.

Campanário de brumas, que longe, lá no alto!
Afogando lamentos, moendo esperanças sombrias,
moleiro taciturno,
de bruços te vem a noite, longe da cidade.

A tua presença é alheia, estranha a mim como uma coisa.
Penso, caminho longamente, a minha vida antes de ti.
Vida antes de ninguém, minha áspera vida.
O grito frente ao mar, por entre as pedras,
correndo livre, louco, no bafejo do mar.
A fúria triste, o grito, a solidão do mar.
Desbocado, violento, estirado para o céu.

Tu, mulher, que eras ali, que sulco, que vareta
desse leque imenso? Estavas longe como agora.
Incêndio no bosque! Arde em cruzes azuis.
Arde, arde, chameja, chispa em árvores de luz.
Despenha-se, crepita. Incêndio. Incêndio.
E a minha alma dança ferida por aparas de fogo.
Quem chama? Que silêncio povoado de ecos?
Hora da nostalgia, hora da alegria, hora da solidão,
hora minha entre todas!
Ronca em que o vento passa cantando.

Tanta paixão de pranto agarrada ao meu corpo.
Sacudir de todas as raízes,
assalto de todas as ondas!
Rodava, alegre, triste, interminável, a minha alma.

Pensando, enterrando lâmpadas nesta profunda solidão.

Mas quem és tu, quem és?
Pabro Neruda, Vinte Poemas de Amor e Uma canção Desesperada

ASA - Agosto (Novidades)



Título: Um Verão Inesquecível
Autora: Mary Balogh
Lançamento: 27 de Agosto













Sinopse
Kit Butler é um dos mais afamados solteirões de Londres, casar é a última coisa que lhe passa pela cabeça. Mas a sua família tem outros planos. Para contrariar o casamento que o pai lhe arranjou, Kit precisa de encontrar uma noiva… e depressa. Entra em cena Miss Lauren Edgeworth.
Lauren foi abandonada em pleno altar pelo seu noivo, Neville Wyatt. Destroçada, decide que não voltará a passar pelo mesmo: nunca casará.
O encontro entre estas duas forças da natureza é tão intenso como uma tempestade de verão… e ambos engendram um plano secreto. Lauren concorda alinhar na farsa em troca de um verão recheado de paixão e aventura.





Título: O Cavalo Amarelo
Autora: Agatha Christie
Lançamento: 31 de Agosto













Sinopse
Quando um padre idoso é assassinado, o homicida revista o corpo da vítima tão furiosamente que rasga o forro da batina. O que procurava o assassino? E o que teria, horas antes, uma mulher moribunda confessado ao padre? Mark Easterbrook e a sua aliada Ginger Corrigan estão determinados a solucionar estes mistérios. Mas respostas parecem estar na posse de três mulheres que são afamadas praticantes de magia negra…
O Cavalo Amarelo (The Pale Horse) foi originalmente publicado em 1961 na Grã-Bretanha, tendo sido editado nos Estados Unidos no ano seguinte. Foi adaptado para a televisão em 1996 e 2010.





Título: O Tempo dos Amores Perfeitos
Autora: Tiago Rebelo
Lançamento: 31 de Agosto













Sinopse
Tiago Rebelo conta-nos as aventuras de um oficial português em Angola, nos finais do século XIX, nos conturbados anos que se seguiram ao Ultimatum britânico, uma época em que a coroa portuguesa se debate com extremas dificuldades militares no interior da colónia. Num universo de ficção e veracidade histórica acompanhamos a história de sobrevivência do jovem tenente Carlos Augusto de Noronha e Montanha, um antepassado do escritor, que é destacado para algumas das operações mais difíceis no interior de Angola, e o seu romance impossível com Leonor, a filha do governador, rebelde e determinada. Intensamente apaixonados vêem, no entanto, a sua relação amorosa comprometida por conflitos de interesses que opõem a família de Leonor ao tenente Montanha.



 

Título: Diário de Inverno
Autora: Paul Auster
Lançamento: 27 de Agosto













Sinopse
Pensas que nunca te vai acontecer, que não te pode acontecer, que és a única pessoa no mundo a quem essas coisas nunca irão acontecer, e depois, uma a uma, todas elas começam a acontecer-te, como acontecem a toda a gente.
Paul Auster, incansável criador de ficções e de personagens inesquecíveis, vira agora o olhar para si próprio e para o sentido da sua vida.

Bizâncio - A Rosa Rebelde (Opinião)

Janet Paisley






Numa época em que a guerra civil dividia a nação, Anne acreditou que podia bater-se com os melhores guerreiros. Pela espada. Por convicção. Por paixão.











A Rosa Rebelde conta-nos a fascinante e turbulenta história de uma notável figura histórica, Lady MacIntosh, que ficou conhecida como coronela Anne. Foi uma heroína das Terras Altas da Escócia, uma encantadora rebelde, uma Braveheart que arriscou tudo, incluindo a sua vida, por amor ao seu país e ao seu rei. 
 Fruto de uma cuidada investigação histórica, e com notável mestria, Janet Paisley criou uma extraordinária história de amor, conflito, lealdade e traição que se lê compulsivamente. Uma sensual aventura histórica, repleta de emoção, protagonizada por uma heroína apaixonada e irresistível.

Numa cultura em que os jovens podiam ter relações antes do casamento, em que as mulheres não dependiam dos maridos nem por eles eram subjugadas, e em que o adultério e o divórcio eram comuns, não seria de estranhar a revolta das gentes das Terras Altas contra a Inglaterra e o pacto de União que lhes roubava a liberdade, a identidade e o sustento do seu povo.
Nota-se desde cedo o cuidado da autora na pesquisa histórica, nomeadamente pelos
Admiradora confessa de romances históricos, aprendo sempre algo quando leio um. Apesar de já ler lido alguns sobre a inssurreição de 1745, esta é a primeira vez que conheço a história da Lady McIntosh e o papel que desempenhou na rebelião.
Anne MacIntosh é muito mais do que aparenta ser. Filha do chefe do clã Farquaharson, herda dele a ambição numa Escócia livre. Apesar de admirar a sua coragem confesso que a achei teimosa e inconsequente ao confiar o destino de todo o seu clã num príncipe mimado que não sabia liderar uma batalha. Com a derrota na batalha de Culloden em 1746, Anne é obrigada a assistir ao genocídio de todos aqueles que participaram na revolta, pessoas que amava e com as quais crescera.
Há, desde cedo, um triângulo amoroso que coloca Anne entre o seu amante Alexander McGillivray e o melhor amigo deste, o homem com quem ela se casou, Aeneas McIntosh. Apesar de bastante bem conseguida a dinâmica do romance entre a protagonista e o McGillivray, não senti o mesmo na relação entre esta e o marido que poderia ter sido melhor desenvolvida. No final, fiquei mesmo com dúvidas em relação aos verdadeiros sentimentos de Anne que preferia Alexander pelo seu amor livre de complicações ao amor intenso que sentia pelo marido visto que este último lha causava dor.
Apesar da sua coragem e do papel de protagonista neste romance pertencer à Lady McIntosh, confesso que a personagem que mais me cativou foi Aeneas, o chefe dos McIntosh e chefe dos clãs. Forçado a "trair" o seu povo e a sua própria ambição de libertar a Escócia, abandonado e desprezado pela mulher mas consciente dos obstáculos à verdadeira independência e das consequências que a derrota trará ao seu povo, Aeneas assume uma posição mais defensiva pensando antes no seu povo e no seu papel como chefe dos clãs. Apesar da falta de confiança da esposa, McIntosh perdoa-a e luta por manter o que resta do clã vivo após o massacre em Culloden. Trata-se de um homem que ama e que perdoa, que luta para manter o pouco que lhe resta e que arrisca tudo pelos seus.
No final, acabei por gostar bastante do livro cuja leitura nunca se tornou aborrecida ou forçada. Escrito com ritmo acelerado e com constantes mudanças de plano, tornou a leitura interessante e pouco monótona. O que verdadeiramente me encantou foram as relações entre personagens secundárias como Jessie e Will, ou MacBean e a mulher pois pareceram-me muito mais reais que o enredo amoroso principal.
Este livro tem também uma componente didáctica pois a detalhada pesquisa histórica desenvolvida pela autora, e muito bem colocada no livro, dá-nos relatos detalhados do sistema organizado como funcionavam os clãs, dos usos e costumes das Terras Altas, e das batalhas, um palco sangrento de crueldade e morte. Permite-nos também conhecer melhor esta cultura em que a mulher tinha já um papel decisivo não só na vida familiar mas também em assuntos políticos, mantende-se independente.
Apesar de ter gostado bastante das frases em gaélico que a autora inseriu ao longo do romance preferia, por uma questão prática, que tivessem inserido a tradução como notas de rodapé e não no início do livro evitando assim interromper a leitura para ir à procura do glossário.

Esfera do Caos (Novidades)


Título: A Vida Repercutida: Uma leitura da poesia
de Gastão Cruz
Autor: Luis Maffei, Pedro Eiras 
Colecção LUSO-GRAPHIAS/PHONIAS / 4
240 pp
PVP: 16,90 euros 


20 PEQUENOS ENSAIOS sobre poemas de Gastão Cruz.
Uma entrevista com 11 PERGUNTAS a Gastão Cruz.Uma antologia com 31 POEMAS de Gastão Cruz.







Este livro nasce de leituras, ou uma só leitura. Ano após ano, de um lado e outro do Atlântico, lemos e relemos a poesia densa, intensa, de Gastão Cruz. Até surgir esta tentação: a de ler por escrito, responder, em jeito de ensaio, aproximação.Vinte livros – de A Morte Percutiva a Escarpas –, vinte experiências de leitura.Antes e depois, a palavra ao poeta: Gastão assina o texto, ou autobiografia, que abre o livro, e responde a uma entrevista, para a qual convidámos onze finas vozes, a alargar a rede de cumplicidades. Terminamos com uma antologia: escolhemos, de vinte livros de Gastão Cruz, trinta e um poemas.Luis MaffeiPedro Eiras

SOBRE OS AUTORES 
Luis Maffei é Professor de Literatura Portuguesa da Universidade Federal Fluminense. Como poeta, seu último volume é Pulsatilla, de 2011. Telefunken (2009) está editado em Portugal pela Deriva. É coautor de Contos Da Colina – 11 ídolos do Vasco e sua imensa torcida bem feliz. Coordena, para a editora Oficina Raquel, a série PORTUGAL, 0, dedicada à novíssima poesia portuguesa. Organizou, entre outros livros, Poetas que interessam mais – leituras da poesia portuguesa pós-Pessoa (Azougue), com Ida Alves.
Pedro Eiras é Professor de Literatura Portuguesa na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Desde 2005, publicou oito livros de ensaios e de crónicas sobre literatura, sendo os mais recentes Um Certo Pudor Tardio e Os Ícones de Andrei. Com Esquecer Fausto, ganhou o Prémio Pen Clube Português de Ensaio em 2005. Desenvolve pesquisa sobre literatura portuguesa dos séculos XIX-XXI, estudos inter-artes, questões de ética. É também autor de obras de ficção e teatro, editadas e encenadas em diversos países.

 

Título: Contos do Nosso Tempo
Autor: Miguel Almeida
Colecção ESFERA CONTEMPORÂNEA / 37
384 pp
PVP: 19,90 euros 


 Em traços livres e desassombrados, esta colectânea alimenta-se da matriz que nos deixaram os Grandes Mestres do Conto: o fulgor narrativo e a essencialidade da linguagem.







“O conto é uma forma literária encantadora”, disse Trindade Coelho, acrescentando: “E o maior assunto, ou o mais complexo, cabe no conto, pela mesma razão que nas proporções delicadas de uma miniatura pode caber, desafogado, um grande quadro.”Nesta obra, cada autor, cada história, cada conjunto de histórias, assumiu o risco da sua própria liberdade criativa, assim como o desejo de escrever pelo puro prazer de escrever e a vontade de partilhar.

EMOÇÕES INTENSAS E DIVERSIDADE DE ABORDAGENS, EM PEQUENAS HISTÓRIAS PARA ENTRETER E FAZER SONHAR.

 OS AUTORES: Álvaro Gomes • Ana Fonseca da Luz • Ana Maria Domingues • António J. de Oliveira • Carlos Almeida • Carlos Vilela • Catarina Coelho • Cecília Vilas Boas • Cristina Correia • Daniela Pereira • Emílio Miranda • Humberto “Jimmy David” Oliveira • João Carlos Silva • João Pedro Duarte • Maria Eugénia Ponte • Maria Helena Almeida Lopes • Miguel Almeida • Nanda Rocha • Rúben De Brito • Sérgio Sá Marques • Vítor Fernandes

SOBRE O COORDENADOR
Miguel Almeida. É autor de Um Planeta Ameaçado: A Ciência Perante o Colapso da Biosfera (Esfera do Caos, 2006), A Cirurgia do Prazer: Contos Morais e Sexuais (Esfera do Caos, 2010), O Templo da Glória Literária: Versão Poética (Esfera do Caos, 2010), Ser Como Tu (Esfera do Caos, 2011), Chireto: Uma Semana de Histórias para Contar ao Deitar (Lua de Marfim, 2011) e O Lugar das Coisas (Esfera do Caos, 2012). Publicou também, desta vez em co-autoria, Já não se fazem Homens como antigamente (Esfera do Caos, 2010) e coordenou a obra Palavras Nossas: Colectânea de Novos Poetas Portugueses (Esfera do Caos, 2011). 
 




Título: O Transplantado e o Fim/gimento
Autor: José Baptista Coelho
Colecção ESFERA CONTEMPORÂNEA / 36
168 pp
PVP: 13,90 euros 


 Uma obra poética atípica que procura eliminar a barreira que persiste entre a poesia e outros géneros literários. Escritos num ritmo próximo da prosa, os poemas desta obra remetem o leitor para a simplicidade dos romances clássicos.





Dirigida simultaneamente aos mais comuns amantes da poesia e aos leitores que se iniciam neste género literário, esta obra oferece uma centena de poemas que demonstram uma extrema necessidade de contemplação e de amor aos sentimentos. Com ela, o autor procura demonstrar que a poesia não é um monstro, como alguns a pintam, mas um género apreciável na mesma medida que qualquer outro, conferindo aos seus poemas um ritmo romancista contemplável por qualquer amante da literatura.Os poemas desta obra são metáforas de amores ao ritmo de relógios de corda com abundâncias de despedida e transplantações de sentimentos. E este autor, poeta, é um fingidor como todos os outros – mas é também, e acima de tudo, humano, e por isso entendível por qualquer mortal.

SOBRE O AUTOR 
José Baptista Coelho. Nasceu em Lisboa, em 1986. Tem dois irmãos e é filho de pais formados em artes. Desde cedo dividiu a sua paixão entre as letras e a ciência. Tendo concluído a licenciatura e mestrado em Engenharia Informática na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, é actualmente doutorando e investigador na mesma instituição. Começou a escrever poesia por volta dos 18 anos. Dos poemas rimados para uma corrente mais livre, foi um curto salto. Entusiasta de histórias e de pessoas que as saibam contar, escreve poesia por necessidade de libertação: “É indescritível a sensação que fica depois de acabado um poema – pareço estar à altura de tudo.” Estreia-se na literatura com este livro de poemas que diz não ser mais que o seu próprio crescimento sentimental.josebapcoelho@gmail.com





Título: Solução para a Crise Nacional e Europeia
Autor: Ventura Leite
Colecção IDEIAS / 19
160 pp
PVP: 13,80 euros 

 

Uma proposta de saída para a crise — inovadora e corajosa, mas também realista e bem fundamentada —, que se destina a motivar os cidadãos e a incentivar os decisores políticos.

 




AS CAUSAS DA CRISE E OS CAMINHOS QUE DEVEREMOS PERCORRER SE A QUISERMOS VENCER.

 Neste livro o leitor encontrará informações, análises e propostas que contribuirão para mudar a sua perspectiva acerca da crise e da atitude a tomar face aos desafios que estão já a moldar o nosso futuro colectivo e que são muitas vezes omitidos ou distorcidos por aqueles que não sabem como interpretar a realidade, ou como mobilizar o país nesta encruzilhada histórica.

“Ventura Leite teve o mérito de alertar para o mau caminho da nossa economia e fê-lo há mais de três anos, enquanto deputado do PS, com um discurso sério, ponderado e informado… mas contrário ao ar do tempo. Neste livro analisa as causas nacionais e internacionais da crise e faz propostas ousadas… Esta é uma obra desafiante e polémica, que merece uma leitura muito atenta...” 
Henrique Monteiro, Jornalista

“Nesta obra, que não poderia ser mais oportuna, Ventura Leite apura e aprofunda ainda mais o seu sentido crítico e a sua independência de pensamento. Se em Abril de 2009 teve a coragem de denunciar em pleno Parlamento a desastrosa trajectória da dívida pública irresponsavelmente acumulada pelo Governo do seu partido, em 2012 analisa, sem preconceitos, as raízes da crise da Zona Euro e as tarefas inadiáveis que, em qualquer dos dolorosos cenários possíveis, cabem à iniciativa dos portugueses e das nossas políticas públicas.” 
Viriato Soromenho-Marques, Professor catedrático da Universidade de Lisboa

SOBRE O AUTOR
Ventura Leite. Economista. Exerceu funções de deputado do PS, pelo distrito de Setúbal, entre 2005 e 2009. Enquanto deputado, a sua actividade e postura políticas mereceram diversas referências públicas a propósito de temas como as contrapartidas das aquisições militares, a crise que se pressentia, ou as compras de aviões pela TAP. Por sua iniciativa, e juntamente com outros deputados, apresentou propostas no domínio dos medicamentos genéricos e da utilização da Unidose na prescrição de medicamentos, da valorização da cortiça, ou da resposta à presente crise. Tem-se mantido activo em debates na televisão, sobretudo com presenças no Programa «Negócios da Semana», e através de artigos publicados no jornal Público.






Título: Da origem popular do Poder ao direito de resistência
Autor: Pedro Calafate
Colecção ENSAIOS / 17
288 pp
PVP: 18,90 euros 


 Da origem popular do poder ao direito de resistência.
Doutrinas políticas no século XVII em Portugal







O que disseram os mais importantes pensadores portugueses da filosofia política de Seiscentos acerca da finalidade do poder, da ética da governação e do direito à resistência activa perante a injustiça?

Dedicada às doutrinas políticas portuguesas do século XVII, esta obra confronta o leitor actual com teses muitas vezes surpreendentes e inusitadas sobre a origem democrática ou popular do poder político, a fundamentação ética da política, o direito de resistência activa contra a tirania e a injustiça, e as relações entre a Igreja e o Estado. Os autores analisados são de Seiscentos, mas as suas ideias revelam, por vezes, uma espantosa actualidade neste início do século XXI e muito em particular neste momento de gigantescos desafios que agora vivemos — talvez porque os pensadores que este livro convoca escreveram numa época também ela marcada por enormes desafios: a edificação e conservação do império e a restauração da independência nacional, perdida em 1580.

SOBRE O AUTOR
Pedro Calafate. Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Mestre e Doutor em Filosofia pela mesma Universidade. Professor catedrático do Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e director do Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa. Foi professor convidado nas universidades de Viena, Copenhaga, Autónoma de Madrid e na Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Especialista em Filosofia e Cultura em Portugal, com especial incidência no período moderno (séculos XV-XVIII), nomeadamente no estudo do Barroco e do Racionalismo Iluminista do século XVIII. Possui uma vasta bibliografia, destacando-se os seguintes títulos: Portugal como Problema – Séculos XV-XX (4 volumes, 2006); História do Pensamento Filosófico Português, direcção (5 volumes, 7 tomos, 1999-2004); Metamorfoses da Palavra. Estudos sobre o Pensamento Português e Brasileiro (1998); A Ideia de Natureza no século XVIII em Portugal (1994, Prémio Aboim Sande Lemos da Universidade Católica Portuguesa em 1995).

Quinta Essência - Agosto (Novidades)

«Um Beijo em Havana», de Michelle Jackson, na Quinta Essência a 10 de agosto


Título: Um Beijo em Havana
Autora: Michelle Jackson
Editora: Quinta Essência
404 pág.



E se umas férias mudassem a sua vida?







Sinopse
Emma, Louise e Sophie são irmãs. Talentosas, artísticas e criativas, têm muito em comum, especialmente no que diz respeito a homens. Quando Emma recebe do seu falecido marido pelo correio dois bilhetes para Cuba, fica mais do que surpreendida. Decide levar Sophie, sem perceber que o marido sempre tivera a intenção de a levar com ele. Enquanto as irmãs aproveitam o sol das Caraíbas, Louise reencontra Jack Duggan, o amor do seu passado, o que vai abalar o seu casamento com Donal. Enquanto isso, em Cuba, Emma conhece um sósia de Che Guevara, Felipe, e Sophie conhece Greg, um negociante de arte canadiano. Num cenário paradisíaco de amenas noites tropicais, música cubana e cocktails de rum, as irmãs não fazem ideia de onde um beijo em Havana as vai levar...


Críticas de Imprensa
«Um romance que explora os temas da rivalidade entre irmãs, as querelas familiares e a descoberta da esperança e da redenção em circunstâncias adversas.»
Chloe’s Chick Lit Reviews

«As descrições de Cuba estão tão habilmente entretecidas neste livro que não só vai sentir que está lá, como irá absorver uma grande quantidade de informações sobre Cuba e o seu modo de vida, enquanto aprecia a história. É uma perfeita leitura de férias, e mesmo que não esteja de férias, vai querer estar depois de o ler.»
Chick Lit’s Club


 Sobre a Autora
 Durante os anos 80 Michelle frequentou a Escola Nacional de Arte e Design, onde alimentou o seu amor pelas artes visuais, com especialização em estampagem de tecidos. Iniciou a sua carreira como desenhadora de meias no anos oitenta e foi durante muitos anos professora de Arte no ensino secundário. Escrever romances dá-lhe a oportunidade de conjugar o seu amor por viajar com contar histórias. Michelle vive em Howth, junto a Dublin, com o marido e dois filhos.


Obras da mesma Autora/Colecção














«O Verão dos Segredos», de Alison Lucy, na Quinta Essência a 10 de Agosto


Título: O Verão dos Segredos
Autora: Alison Lucy
Editora: Quinta Essência
384 pág.




Por vezes temos de desvendar o passado para poder entrar no futuro…

Um verão inebriante.
Três grandes segredos.




Sinopse
1989 Os recém-casados Danny e Harriet chegam à sua paradisíaca lua de mel nas Caraíbas. Dias depois, Harriet regressa a casa. Danny fica destroçado, mas encontra consolo nos braços de duas mulheres. Nove meses depois, nascem três meninas...
2010 Megan deixa o seu namorado de infância para trás no Reino Unido e vai em busca do pai há muito perdido. A quilómetros de casa, encontra a tentação em cada esquina.
Esmé, uma beldade mexicana, casou com Miguel aos quinze anos. Ao desvendar os segredos do seu passado, poderá libertar-se dos grilhões do casamento forçado?
Claudia levou uma vida de privilégio, mas nunca soube realmente o que era ser amada. Poderá David ser a resposta? 

Críticas de Imprensa
«Com descrições belíssimas do México e jovens personagens dinâmicos que animam o livro com as suas aventuras à volta do mundo, O Verão dos Segredos é definitivamente um livro que vai querer levar consigo.»
Chloe’s Chick Lit Reviews


«Juntamente com o cenário deslumbrante de Cancun, o enredo e a credibilidade destes personagens não puderam deixar de me cativar, e assim que mergulhei na história, não consegui parar de ler.»
Novelicious.com

«Como acontece com qualquer excelente leitura, O Verão dos Segredos também tem uma boa dose de romance com homens para todos os gostos desde o sexy mexicano Ramon ao ex-militar guarda-costas Sawyer, passando pelo eloquente David, mas o meu favorito foi o Connor, o vizinho do lado. As três raparigas têm o seu quinhão de romance, mas as suas vidas amorosas são tudo menos simples e o drama da história manteve-me presa!»
 One More Page…


Sobre a Autora
Alison Lucy gosta de escrever livros e viajar pelo mundo. Quando não está fora, vive nas Cotswolds com o marido e dois filhos.


Obras da mesma Autora/Colecção

 












Inveja, de J.R. Ward, na Quinta Essência a 31 de agosto



Título: Inveja
Autora: J.R. Ward
Editora: Quinta Essência
512 pág.




7 pecados mortais
Sete almas para salvar. Esta é a terceira.







Sinopse
Redenção não é uma palavra que Jim Heron conheça muito bem. A sua especialidade é a vingança e, para ele, o pecado é relativo. Mas tudo muda quando se torna um anjo caído e é incumbido da tarefa de salvar sete pessoas dos sete pecados mortais... e o fracasso não é permitido.
Enquanto filho de um assassino em série, o detetive de Homicídios Thomas Delvecchio, Jr., cresceu à sombra do mal. Agora, dividido entre o dever cívico e a vingança cega, vai expia os pecados do pai - lutando com os seus demónios interiores. Sophia Reilly, a agente dos Assuntos Internos encarregue de supervisionar Delvecchio, tem por ele um interesse tanto profissional como pessoal. E Delvecchio e Sophia têm outra coisa a uni-los: Jim Heron, um misterioso desconhecido com demasiadas respostas... a perguntas que são fatais. Quando Delvecchio e Sophia entram na batalha final entre o bem e o mal, o seu anjo caído salvador é a única coisa que se interpõe entre eles e a danação eterna.


Críticas de Imprensa
«Em termos de enredo, Inveja é até agora o melhor livro
na série Anjos Caídos.»
Love Vampires.com

«Uma viagem sensual e emocionante da qual não queremos sair, Inveja é uma leitura obrigatória para os fãs de romance paranormal e mal posso esperar pelo próximo livro da série!»
Goodreads.com


Sobre a Autora
J. R. WARD é a autora dos romances da Irmandade da Adaga Negra. Foi galardoada com o prestigiado Rita Award para para Melhor Romance Paranormal, tendo sido ainda nomeada várias vezes para os prémios da revista Romantic Times. Vive no Sul dos Estados Unidos com o seu marido incrivelmente generoso e o seu amado golden retriever. Depois de se ter formado em Direito, começou a sua vida profissional na área da saúde, em Boston, tendo passado muitos anos como chefe de equipa de um dos centros clínicos dessa cidade.

 Obras da mesma Autora/Colecção
















«Entrega Total», de Cheryl Holt, na Quinta Essência a 10 de agosto


Título: Entrega Total
Autora: Cheryl Holt
Editora: Quinta Essência
408 pág.




Ele era um mestre da sedução… ela uma aluna disposta a aprender…







Sinopse
Com os últimos bens perdidos ao jogo pelo seu dissoluto irmão, Lady Sarah Compton viajou até uma festa numa casa de campo para desfrutar de um derradeiro momento de graciosidade e de beleza. Contudo, ignora que a ocasião é igualmente um famoso evento, em que membros da aristocracia podem realizar todas as suas fantasias sensuais e caprichos eróticos. Tão-pouco se apercebe de que o homem maravilhoso que entrou furtivamente no seu quarto é nem mais nem menos do que Michael Stevens, um libertino que dá e recebe ousadamente prazer…
Filho bastardo de um conde, Michael Stevens usufrui da sua reputação como o mais famoso sedutor de Londres. Contudo, não faz ideia de como atuar perante a beleza ruiva que quase confundira com uma nova conquista, nem de como uma ingénua poderia ter sido convidada para uma reunião onde a entediada elite de Londres satisfaz os seus desejos carnais. Quando Lady Sarah Compton recusa seguir o aviso de Michael – o de abandonar a casa para seu bem – nasce uma forte atração e ele anseia por ser o seu tutor na arte da paixão…
 Era um jogo com apenas uma regra: o prazer final


Críticas de Imprensa
«...Exceptional...»
Romantic Times Magazine

«Seguindo o caminho erótico traçado por outras autoras do género, Cheryl Holt explora fantasias secretas intimamente ligadas a uma romântica história de amor. Embora o livro seja sexualmente explícito, os leitores vão considera-lo um romance gratificante - um que eles terão prazer em render-se.»
Goodreads.com

«Fiquei maravilhada com Entrega Total, uma história simultaneamente sensual e pungente. Personagens sensacionais, e uma leitura cativante que o leitor não consegue largar, a menos que esteja morto!... Não perca esta autora. Ela é um diamante cintilante!»
rakehell.com

«A história agarra o público desde o início, enquanto os personagens principais lutam pela para entrega total. O elemento de suspense acrescenta tensão, mas a história pertence a Sarah e Michael. Cheryl Holt aumenta o calor com este sedutor romance.»
AllReaders.com


Sobre a Autora 
Cheryl Holt é advogada, romancista e uma mãe de família que vive em Los Angeles.
Formada em Direito pela Faculdade de Wyoming, trabalhou num escritório de advogados e no gabinete do promotor distrital em Denver antes de se dedicar exclusivamente à escrita.
A autora, considerada a rainha do romance sensual, foi distinguida com vários prémios, designadamente o de Melhor Romancista do Ano, atribuído pela revista Romantic Times Book Reviews. Noites de Paixão, também publicado pela Quinta Essência, foi eleito Top Pick pela publicação Romantic Times e esteve na lista dos livros mais vendidos do jornal USA Today.



 Obras da mesma Autora/Colecção





ASA - O Diário da Minha Melhor Amiga (Novidade)

Jill Abramson
 


















Sobre o Livro
Jill Abramson, diretora editorial do jornal The New York Times, viu a sua vida mudar drasticamente com a morte do seu cão, Buddy, seguida de um dramático acidente e uma depressão.
 Mas o marido, os filhos e os amigos sabiam algo que ela teimava em negar: o seu amor pelos animais seria a forma mais rápida e feliz de ultrapassar aquela fase negra da sua vida. E não podiam estar mais certos.
 Neste terno e comovente relato, Jill partilha os momentos mais intensos e reveladores dessa relação que lhe permitiu voltar a ter fé no futuro e alegria de viver. Um história Real!


Sobre a Autora
Jill Abramson é diretora editorial do The New York Times e escritora galardoada. Indefectível adoradora de animais, é desde sempre fascinada pela complexa relação que une pessoas e animais. Vive com o marido e com a cadelinha Scout em Nova Iorque e no Connecticut.